Onde você se vê daqui a 5 anos?


Eu odeio essa pergunta. Odeio com todas as forças.

Essa pergunta, tão comum em entrevistas de emprego, me irrita porque geralmente mexe com nossas expectativas. E pensando em tão longo prazo assim, essas expectativas quase sempre resultam em frustração, mesmo que sua vida esteja bem boa. Afinal, por melhor que você tenha passado e chegado ao fim desses 5 anos, as coisas nunca saem exatamente como você planeja ou imagina. E essa falta de controle sobre nossas próprias vidas é frustrante.

Odeio tanto essa pergunta que desde meados do ano passado comecei a escrever um livro, um romance cômico,cuja premissa parte justamente desse choque entre as expectativas que existem antes desses 5 anos e as frustrações posteriores.

Mas esse post não tem nada a ver com meu livro ou com essas reflexões sobre frustração, e sim por causa da enorme coincidência que tive quando cliquei num link que o Barba colocou no Twitter e me deparei com um post hilário e totalmente nerd justamente com esse título: “Onde você se vê daqui a 5 anos?”

E mais coincidência ainda: sabe qual era a primeira frase do post? “Eu odeio essa pergunta”.

Era um sinal. E o post é tão bom que eu tive que traduzir. Segue ele:

Onde você se vê daqui a 5 anos?

Eu odeio essa pergunta. Eu odeio quando a ouço em uma entrevista e odeio pensar nela enquanto encaro para o vazio, fingindo estar pensando sobre trabalho. É uma pergunta ridículo. Qualquer um que tenha uma noção clara de onde sua própria carreira vai estar em cinco anos ou é funcionário público ou tem um rifle como instrumento de trabalho (soldados, piratas, gangsters, etc).

Mas acho que nos desviamos do assunto. O ponto é que é impossível prever precisamente como sua carreira vai se desenvolver, que escolhas vão se apresentar e que reviravoltas aleatórias do destino vão te guiar a essa promoção, ou àquele investimento. Então não vamos perder nosso tempo pensando seriamente sobre essa questão.

Em vez disso, vamos considerer o futuro como um todo! Bem, o que nós sabemos do futuro? Isso depende de qual paradigma de filme de ficção-científica você prefere. Vamos examinar os clássicos.

Star Wars

Opções de emprego: funcionário de um Império maligno com uma burocracia rígida e código de vestimenta restrito ou membro freelancer da frota Rebelde, que é bastante informal e a favor de diversidade. De qualquer forma, você pode tirar a sorte grande genética e ter poderes mágicos, convenientemente te catapultando para posições de liderança na sua organização, mesmo com sua completa falta de treinamento.

http://vidaordinaria.files.wordpress.com/2010/03/sw.jpg

Exterminador do Futuro

Os computadores dominaram, construíram robôs mortais que se parecem com fisiculturistas austríacos e começaram a enviar assassinos para o passado. Nesse caso, sua carreira provavelmente vai se resumir em caçar, encontras pessoas e se esconder da SkyNet. Mas não se preocupe! Como sobrevivente em uma terra devastada, você não vai ter problemas com concorrência para conseguiu verbas da empresa ou promoções.

http://vidaordinaria.files.wordpress.com/2010/03/terminator.jpg

De Volta Para o Futuro

Carros podem voar, usamos impressões digitais ao invés de cartões de crédito e energia vem de pequenos aparelhos que funcionam à base de cascas de banana. Sua carreira provavelmente continuou em curso, subindo pela escada corporativa, usando gravatas com nó duplo e infernizando seus empregados para que façam seu trabalho por você. Só lembre-se de entregar seus relatórios cedo, para ter tempo caso precise redigitá-los, e tente não trabalhar prum sujeito chamado Needles.

http://vidaordinaria.files.wordpress.com/2010/03/bttf.jpg

Blade Runner

Humanos colonizaram o sistema solar usando andróides escravos, a maioria dos animais está extinta e Los Angeles está bem, BEM esfumacenta. Você trabalhou duro, mas infelizmente foi substituído por um robô e agora está forçado a ganhar a vida como camelô, vendendo bonecos do Elmo e do Furbies no mercado negro. As coisas podem parecer sinistras, mas se mudar para o subúrbio deve tornar sua vida mais fácil. Presumindo, claro, que você seja realmente humano.

http://vidaordinaria.files.wordpress.com/2010/03/blade.jpg

Planeta dos Macacos

A guerra nuclear destruiu toda a civilização, deixando macacos super inteligentes no comando. Você deve ficar bem, desde que se contenha em falar com seu carcereiro símio e se foque em pensar no céu azul, para maximizar a sinergia com as outras pessoas presas em cubículos de bambu. Recomendação: mude desde já seu nome legalmente para “Olhos Brilhantes”, pra ganhar tempo.

http://vidaordinaria.files.wordpress.com/2010/03/macacos.jpg

O Vingador do Futuro

Saem os governos, entram as megacorporações, e agora você pode tirar férias sem sair de casa, tendo memórias falsas implantadas na sua cabeça. Aceite essa mentalidade de rebanho e continua jogando na política de escritório, como de costume, e você vai se sair bem, desde que não visite Marte ou se case com a Sharon Stone.

http://vidaordinaria.files.wordpress.com/2010/03/vingador.jpg

Matrix

O mundo inteiro é na verdade uma elaborada simulação de computador. Não se preocupe, você provavelmente nunca vai descobrir nenhuma prova de que está vivendo na Matrix, então continue com o que você está fazendo que sua existência no cubículo do escritório vai continuar ininterruptamente, a menos que o Agente Smith resolva se apropriar do seu corpo pra lutar com o Neo no metrô.

http://vidaordinaria.files.wordpress.com/2010/03/matrix.jpg

Tropas Estelares

O mundo se tornou autoritário, e na hora certa! Afinal, quem melhor para lutar contra insetos alienígenas gigantes do que aquele médico criança do seriado antigo? Se você se liga em mecânica ou coisas do tipo, é hora de começar a projetar próteses de membros para militares ou mata-moscas de tamanho industrial. Nota mental: não se mudar para Buenos Aires. NUNCA.

http://vidaordinaria.files.wordpress.com/2010/03/tropas.jpg

Robocop

O crime se tornou tão ruim que a polícia resolveu transformar policiais mortos em zumbis robóticos. Nota mental: não se mudar pra Detroit. NUNCA.

http://vidaordinaria.files.wordpress.com/2010/03/robocop.jpg

WALL•E

A ganância sem limites das corporações e governos fracos deixaram nosso planeta muito nojento para se viver, então fomos realocados para uma gigantesca nave espacial para o resto de nossas vidas. YEAH! Você vai passar o resto da vida passeando em poltronas voadores, bebendo milkshakes gigantes e jogando vídeo-games. É como se todo dia fosse Casual Friday!

http://vidaordinaria.files.wordpress.com/2010/03/wall_e.jpg

Minority Report

Policiais videntes garantem que ninguém seja assassinado novamente, enquanto a maioria dos negócios é conduzido através de scans de retina. Então comece a trabalhar desenhando sua nova linha de óculos escuros, tapa-olhos, lentes de contato e olhos de vidro para todas as pessoas que ficaram acidentalmente cegas enquanto faziam compras.

http://vidaordinaria.files.wordpress.com/2010/03/minority.jpg

Fahrenheit 451

Bombeiros queimam livros e a maioria das pessoas passa o tempo em quartos de realidade virtual. Claramente, é hora de abandonar o mercado de publicações e aprender a programar vídeo-games. Ou, se você gosta de brincar com lança-chamas, considerar um futuro de farda.

http://vidaordinaria.files.wordpress.com/2010/03/fahrenheit.jpg

Filhos da Esperança

Humanos perderam misteriosamente a habilidade de ter filhos. Ou seja, livre das despesas de criar filhos, você pode se focar em pagar aquela hipoteca e poupar pra sua aposentadoria. Se você economizar bastante, pode até se mudar pras Bahamas daqui a 5 anos.

http://vidaordinaria.files.wordpress.com/2010/03/children.jpg

Star Trek

A humanidade evoluiu deixando pra trás as guerras, o racismo, diferença de classes, economia, então… está todo mundo falido. A boa notícia é que você pode comer trezentos tipos de cheeseburguer de uma máquina na parede e pode baixar todas as músicas que quiser de graça.

http://vidaordinaria.files.wordpress.com/2010/03/st.jpg

Então aí está. Você tem uma vasta gama de possibilidade de carreiras e caminhos que pode encontrar caso esbarre em um horror pós-apocalíptico… daqui a cinco anos.

Texto original.

Alexandre Esposito

Publicitário, blogueiro, produtor de festa e, pro azar de vocês, piadista.

Outros posts de
  • Pingback: O que os nerds de 1984 achariam do mundo de 2010 | Vida Ordinária

  • http://serotonergico.blogspot.com/ João Gabriel

    Detalhe para o Star Wars:
    O emprego no Império tem chances reais de promoção em curto período de tempo. (lembre-se q toda vez q Vader mata um almirante ele promove outro)

  • Liserus

    Adorei! Inteligente e divertido! valeu perder 5 minutos só pra ler!

Menu