9/06 2010
As pérolas da música brasileira

Letra de música é um negócio curioso.

Algumas são tão boas que fazem a gente refletir, pensar, aprender ou simplesmente despertam em nós os mais diferentes sentimentos. Outras são tão ruins que também desperam alguns sentimentos: raiva, ódio e desprezo. E tem aquelas que… simplesmente não dá pra entender e nos fazem imaginar: QUE PORRA ESSE DESGRAÇADO FUMOU?

Essas letras absurdas, toscas ou sem sentido da música nacional ganharam uma casa nova, o tumblr Abajur Cor de Carne (verso do cláááááássico Menina Veneno), projeto colaborativo idealizado por Gabriel Schmitt.

Impossível entrar lá e não dar boas risadas dos absurdos que nossos compositores já cometeram.

Fica a dica.

Publicitário, blogueiro, produtor de festa e, pro azar de vocês, piadista.

4 Responses to “As pérolas da música brasileira”

  1. [...] This post was mentioned on Twitter by Blog Vida Ordinária, riquezasegredo and riquezaja, limpar nome serasa. limpar nome serasa said: As pérolas da música brasileira http://dld.bz/g3zA [...]

  2. Flávio says:

    tem uma clássica de sandy e junior que é
    “O que é imortal, não morre no final”
    …triste…

  3. Daniel Ferrer says:

    A primeira música, do djavan é perfeitamente explicavel, com um pouco de cultura geral… Nova york também é chamada de Big Apple, o que em português quer dizer maçã, ou melhor, maçã grande. Não precisa fumar nada pra entender isso…

  4. Ah, claro, e a parte de se atolar no Irã é completamente pertinente e de bom gosto para uma declaração de amor… aff

Leave a Reply