Organizar por:
Ver:

Categoria: Cultura Pop

http://vidaordinaria.com/wp-content/uploads/2015/05/madmax0-960x600_c.jpg

[Resenha] Mad Max – A Estrada da Fúria


.

Quando resgatam alguma franquia de sucesso do passado, duas sensações frequentemente acompanham essa volta: a nostalgia por poder ver novamente algo que faz parte da nossa memória afetiva e o medo de que estraguem aquela série de filmes que gostamos muito. Esse medo já se mostrou justificado no retorno do Indiana Jones, por exemplo, ou com as prequels de Star Wars.

Mas Mad Max – A Estrada Da Fúria não somente faz jus à trilogia original como até mesmo a supera, mantendo todo seu espírito e acrescentando o ritmo frenético e os efeitos mais avançados que o cinema permite.

Ele liga automaticamente a nossa suspensão de descrença e entrega uma aventura épica e divertida. É cinema, como entretenimento, em sua forma pura. Como há um bom tempo não se via.

http://vidaordinaria.com/wp-content/uploads/2012/02/h7-960x1386_c.jpg

O Hobbit Soviético


.

Antes mesmo dos filmes do Peter Jackson, quase todo fã de Tolkien já tinha uma visão meio parecida dos personagens de O Hobbit e de O Senhor dos Anéis, já que vários artistas ingleses e americanos que curtiam o escritor tinham uma vasta obra de ilustrações inspiradas por ele.

Mas como diz o velho meme, na Rússia Soviética é tudo diferente. Inclusive os personagens de O Hobbit.

Por lá, o livro saiu em 1976, com ilustrações de M. Belomlinskij. E como vocês podem notar na continuação do post, digamos que nosso camarada Belô teve uma visão da obra bem… hm, peculiar.

Menu