Organizar por:
Ver:

Baú dos Covers: Broken Bells toca Beatles (com duas mãozinhas do Ringo)


.

Em 2014 a primeira ida dos Beatles aos EUA completou 50 anos, e na semana desse aniversário vários convidados homenagearam a banda no programa do David Letterman (gravado no mesmo estúdio que o clássico Ed Sullivan Show).

Uma delas foi a dupla Broken Bells, que acompanhando uma antiga gravação do Ringo, tocou a balada And I Love Her.

http://vidaordinaria.com/wp-content/uploads/2015/01/theory1-960x639_c.jpg

[Resenha] A Teoria de Tudo


.

Cinebiografias são uma coisa complicada de se fazer, por uma série de motivos. Quando o personagem principal é uma grande figura da história que ainda está viva, como é o caso de Stephen Hawking, a missão é ainda mais difícil.

Por isso, não chega a ser uma surpresa que A Teoria de Tudo falhe muito como filme. Mas tem uma coisa que salva, e muito: Eddie Redmayne e sua interpretação sobrenatural.

http://vidaordinaria.com/wp-content/uploads/2015/01/herois0-960x541_c.jpg

Super-heróis do Rock


.

Personagens de quadrinhos. Astros do rock. Dois universos muito diferentes, mas que esbanjam popularidade na cultura pop.

E que se encontraram nas ilustrações de Andrés Moncayo, que deu um visual rock n’ roll a super heróis. E como vocês podem ver na continuação do post, aqui não tem rivalidade: tem espaço para Marvel e DC.

http://vidaordinaria.com/wp-content/uploads/2015/01/hotel1-960x639_c.jpg

[Resenha] Grande Hotel Budapeste


.

Há mais de 10 anos Wes Anderson vem imprimindo nos seus filmes um estilo único, tanto visual como de roteiro, que conquistou uma boa parcela de fãs, mas que até então tinha tido um reconhecimento relativamente tímido da indústria de Hollywood.

Com Grande Hotel Budapeste, Anderson parece unir os pontos fortes dos seus filmes anteriores. Não à toa acabou finalmente ganhando o tal reconhecimento: o filme é um dos líderes de indicações ao Oscar desse ano.

Nesse post, vamos entender o porquê.

http://vidaordinaria.com/wp-content/uploads/2015/01/birdman1-960x518_c.jpg

[Resenha] Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)


.

Um dos líderes de indicações desse Oscar, concorrendo em 9 categorias, é Birdman.

Tenho que confessar que não sou fã do diretor Alejando Iñárritu, com seus filmes existencialistas excessivamente deprimentes, mas dessa vez tenho que dar o braço a torcer: ele – e Michael Keaton – conseguiram fazer que minha birra fosse deixada de lado.

Porque Birdman é um exercício cinematográfico muito bem sucedido e merece cada uma das suas indicações.

Friends sem a música


.

Durante os 10 anos de exibição de Friends (e esses mais de 10 anos extras de reprises), a abertura da série já é algo bem marcado na nossa cabeça. É possível ouvir a música tema e não acompanhar as 4 palminhas do começo? Acho difícil.

Mas enfim podemos ver essa abertura com outro olhar, nessa versão sem a música e com um “áudio ambiente” fake em cada cena. Bizarro e engraçado.

Menu