Organizar por:
Ver:

Seu passado te condena


Realmente não é da noite para o dia que se cria grandes marcas… Todas já tiveram um passado negro. Se para uma banda famosa é difícil lembrar que, muito antes dos megashows, ela teve que tocar em muita churrascaria, casamento e afins, grandes marcas tentam a todo custo esquecer seus dias de comerciais toscos.

Que o diga a Pizza Hut…

… o KFC…

… e o melhor de todos: o McDonald’s.

PS: se você tem medo de palhaços, NÃO veja esse vídeo!

Uma dublagem fora do lugar pode mudar a história.


Com Cannes se aproximando, começam a chover as campanhas que vão tentar faturar algum leão. Entre elas, muitas que a gente até desconfia um pouco se saíram mesmo ou não. Afinal, eu nunca vi a Herbert Richters anunciar antes e nem imagino porque ela precisaria, mas vá lá, pode ter saído em algum veículo especializado em quem contrata dublagem. E nem vale a pena entrar na discussão sobre fantasmas, o que importa nesse caso é a qualidade da campanha, e essa da Publicis é divertidíssima.

O conceito “Uma dublagem fora do lugar pode mudar a história.” já diz tudo, e as peças são ótimas. Clique nelas para vê-las maiores.

Leia no trabalho.


Um fundo falso do desktop padrão do Windows é o começo da campanha “Leia no Trabalho”, criada pela Colenso BBDO para a New Zealand Book Council. O fundo revela algumas pastas com arquivos power point de grandes autores, são clássicos de Oscar Wilde, Emily Dickinson, Mark Twain e F. Scott Fitzgerald. Os visitantes podem ler e se divertir no trabalho, sem ninguém perceber. É tudo bem feito mesmo, os textos se alternam em gráficos, planilhas, tópicos e muito mais. E, o relógio ainda tá marcando a hora certa. Ou é só coincidência mesmo?

Tá tudo na sua cabeça.


Eu sou muito fã de museus e galerias de arte. E se for de graça é melhor ainda. Estava navegando e achei essa instalação, tive que postar.

O projeto se chama “head-in | im kopf” e conta com vários artistas. O conceito é explorar a propriedade dos materiais, suas formas, cores e luzes. A atração principal é uma enorme instalação laranja de tecido flexível que é esticada pelas paredes, teto e chão da galeria. A “coisa laranja” consegue ser vista quase de todos os lugares da exposição, ainda que ela funcione como um canal para que o público foque em detalhes menores.

É difícil descrever sensações com palavras, mas como eu não fui até Berlim (Berlinische Galerie, Museum for Contemporary Art, Photography and Architecture) pra poder falar de verdade vou convidar vocês a imaginar como seria estar nesse lugar. Topam? Achei um vídeo que talvez nos ajude. =)

A criação é do Magma Architecture, reconhecido por sua criatividade, experimentalismo e experiência em trabalhos de arquitetura. Mais infos em inglês aqui.

Menu